Ritidoplastia - Lifting facial postado em 01/04/2018, atualizado em 31/10/2019.

img

Esta cirurgia é indicada para faces que apresentam flacidez, sulcos e rugas de expressão acentuadas pela passagem do tempo. É mais frequentemente realizada em pacientes a partir dos 40 anos.

Objetivo do Lifting Facial é promover o reposicionamento da pele, da face e do pescoço, visando os possíveis resultado de suavização das rugas da testa, Elevação dos supercílios, Diminuição dos pés-de-galinha,

Remoção do excesso de pele e gordura do pescoço (papada), Realçar a linha mandibular, que é uma característica marcante de uma face jovem. Vale mencionar que o objetivo do lifting facial não é alterar os traços fisionômicos do paciente, mas proporcionar um rejuvenescimento da face discreto, preservando o seu aspecto mais natural possível.

O lifting facial, normalmente, se inicia com uma lipoaspiração cervical (pescoço), seguido do reposicionamento da musculatura dessa área. A incisão inicia-se contornando a orelha e terminando atrás da mesma. A quantidade de pele a ser retirada varia em função da necessidade do paciente, mas nunca é feito uma remoção excessiva de pele, a fim de evitar que a face fique com uma expressão artificial. Ao final do tratamento cérvico-facial inicia-se a cirurgia das pálpebras finalizando o ato cirúrgico, quando esta tiver também indicação.

Os resultados Geralmente, começam a ser percebidos a partir do 15º dia e se tornam definitivos entre o 6º e o 12º mês após a cirurgia. O lifting proporciona uma melhora no rejuvenescimento da face, mas não interrompe o processo natural de envelhecimento celular.

A anestesia pode ser local com sedação e em alguns casos geral. O tempo cirúrgico é de 3 a 5 horas.

No período pós operatório é comum ocorrer edemas (inchaço), equimoses (manchas roxas), e hipersensibilidade ou insensibilidade de algumas áreas, que vão desaparecendo com o passar do tempo.